Caça Às Bruxas

Caça às Bruxas

Não seja o alvo
Não tenha motivo
Mantenha-se a salvo
Encare passivo

Não saiba o contexto
Não leia a respeito
Defenda o pretexto
Não seja suspeito

Não poupe o tiro
Proteja sua guarda
Não dê um suspiro
Se o medo se alarda

Não tenha desejos
Não ouça outro rito
Não conte seus erros
Engula o seu grito

Repita o processo
Adote o conflito
Camufle seu gesto
Assuma o seu mito

Vomite mais fácil
Devore o veneno
Esconda sua face
E coma seu feno

Aponte culpados
Se esconda do crivo
Se junte aos armados
E minta-se vivo

Anderson Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *