Maitre Catorta

Maitre Catorta Desassossego é um poema que nada dizUma tangente estérilNum mundo quebra-cabeçaPor mais que eu, peçaDesencaixoDesde quando deixar de morrerÉ viver de dor?O medo da morte é a medidaSe é pouco, você morreSe é muito, mata a vidaQuem chora por você?Quem vai cuidar de ti? Quem disse para o tempo sumir assim do nadaNum…

Capela Dos Sons

Capela dos Sons Uma voz segue a cantarSem saber de onde vemA vontade que alimentaEsse som que só faz bem Voz que canta aquece a almaSabe os tons e a direçãoDas pegadas que caminhamJuntos aos passos da canção Rimas roucas, frases loucasNo sentido da oraçãoMas diz tudo em notas poucasAos que escutam a canção Rimam…

Mais de Você

Mais de Você O sangue sofre em meu corpoAo rim finito descerNas pedras pelo caminhoQue teimam em aparecerPalavras sempre me faltamAo desenhar pra vocêA arte fala por mimMas emudece em seu ser E eu acabo me perdendo e te entregando o cara erradoE tiro o lume do seu rosto com o breu do meu pecadoE…

Todos os Ícaros que um dia fui

Todos os Ícaros que um dia fui Todos os gritos escrevem com meu suorOs crassos erros que eu cometiDa cela escura do meu olharVejo o desenho que eu refleti De tantos ritos que eu fiz seguirPoucos serviram meu caminharA cera oculta meu dom de ouvirE me proibe do sol tocar Mas algum dia ainda escrevo…

Ruído Guia

Ruído Guia O tempo espera e rege a nota pra acontecerO acorde exala o som que grita e te faz sonharO pulso rima distorções com estremecerE então mistura alma e corpo num só lugar E eu acabei encontrando um caminhoDe divertidas pedras que fazem rolarA multidão não te deixa sozinhoUma guitarra assim não te abandona…

Sobre Saber

Sobre Saber Tantas palavras que não cabem maisNo meu passado que um dia tereiForam trocadas por falar demaisDe outro passado que eu não planejei Tenho chorado como quem quer maisAchar a chave do meu mundo, talvezDeixar recado pra quem vir atrásQue a gente está do mesmo ladoE é preciso ver e rever Que foram todas…

Parir Pra Rir

Parir Pra Rir Não quero mais que você cumpra o prazo Não espero mais que venha ou vá Não aflijo mais que ouça ou que aceite Tenho brio de alma encantada A gente devia viver até morrer Porque não viver mata ou faz chorar E todo homem chora Menos os covardes… em público Em tempos…

1986

1986 A gente espera o momento certoDe viver a vida em primeira pessoaComo fazer buracos de bola de gudeOu correr atrás de estrela cadente E a gente escreve um poema-caminhoCom todo mundo olhando para o mesmo lugarEm que a razão não era então o medo de deixar de existirQuando a vida era mais que ouvir…

Today

Today Todos os dias os sol toma coragem e tentaNuns não arde e procrastina os lourosMas certo é que nenhuma nuvem tem tanto fôlegoMais tarde o verãoMultidões misantrópicas pedem passagemVezes com máscaras de super heróisTrazem o chute que o embuste enrusteAcometido pelas modernidades de antigamentePor isso pergunto em que tempo você estáPois o tempo de…