Lírica Fronte

Lírica Fronte Escrevo em nuvensE denoto conotatividadeSão pequenas hipérbolesSem reclames vocativos Desembrulho analogias paradoxaisCalejadas de neologismosCom a personificação da ironiaQue cabe solene em metáforas sujas Cada palavra é uma labutaLáudano é o sorriso bomSomando pequenas pazesVencemos enormes guerras Anderson Ribeiro

Todos os Ícaros que um dia fui

Todos os Ícaros que um dia fui Todos os gritos escrevem com meu suorOs crassos erros que eu cometiDa cela escura do meu olharVejo o desenho que eu refleti De tantos ritos que eu fiz seguirPoucos serviram meu caminharA cera oculta meu dom de ouvirE me proibe do sol tocar Mas algum dia ainda escrevo…

Ruído Guia

Ruído Guia O tempo espera e rege a nota pra acontecerO acorde exala o som que grita e te faz sonharO pulso rima distorções com estremecerE então mistura alma e corpo num só lugar E eu acabei encontrando um caminhoDe divertidas pedras que fazem rolarA multidão não te deixa sozinhoUma guitarra assim não te abandona…