Vem cá ver uns clipes meus comigo?

São 5 clipes que lancei nos últimos tempos e queria compartilhar com vocês. Bora assistir e deixar um comentário do que achou? Capela dos Sons – Anderson Ribeiro Mais de Você – Anderson Ribeiro Grossa Gente Fina – Anderson Ribeiro Canção dos Sentidos – Anderson Ribeiro Parem de acabar com o mundo! – Anderson Ribeiro…

Novo Ano Novo

Novo Ano Novo Um ano bomMuitos sorrisosCada um de nósCada momento por viverQue seja mais do que sobreviverQue seja colo ou então um abraço forever Que a gente aprenda a desaprenderOlhar atento no que está pra verSaiba se ver no que outro escolherSaber é mais do que um simples “certeza de ser” Assim seguirmos como…

Capela Dos Sons

Capela dos Sons Uma voz segue a cantarSem saber de onde vemA vontade que alimentaEsse som que só faz bem Voz que canta aquece a almaSabe os tons e a direçãoDas pegadas que caminhamJuntos aos passos da canção Rimas roucas, frases loucasNo sentido da oraçãoMas diz tudo em notas poucasAos que escutam a canção Rimam…

Mais de Você

Mais de Você O sangue sofre em meu corpoAo rim finito descerNas pedras pelo caminhoQue teimam em aparecerPalavras sempre me faltamAo desenhar pra vocêA arte fala por mimMas emudece em seu ser E eu acabo me perdendo e te entregando o cara erradoE tiro o lume do seu rosto com o breu do meu pecadoE…

Meu poema “Dia do Abraço” na interpretação de Lázaro Ramos

Meu poema “Dia do Abraço” na interpretação de Lázaro Ramos   Meu poema “Dia do Abraço” sendo interpretado pelo ator Lázaro Ramos na live “Nordeste Pela Vida”, uma iniciativa importantíssima do @projmandacaru que arrecada fundos para as vitimas do covid-19 naquela região. Dia do Abraço Quando ele vemÉ nó apertadoTipo sanduícheCom molho de sorrisos Quando…

Dia do abraço

Dia do Abraço Quando ele vemÉ nó apertadoTipo sanduícheCom molho de sorrisos Quando nãoÉ nó tipo arranhãoFere gargantaFaz afônica a sílaba Que vírus é esseQue suspende os abraços?Que expõe nossos laçosNos deixa em pedaços Dinheiro não compraStatus não serveQue vírus é esseQue valor não tem preço? Mas vejo o bom desse espaçoMuito mais do que…

Poema Pão-com-ovo

Poema Pão-com-ovo Às vezes a verdade é só uma mentira sensualE o perfeito são rasuras passadas a limpoRetrato assim minha mania de perder o fio da meadaPulsando um eu em queda livre ou arremetido ao espaçoFoi esta mania que escreveu este poema pão-com-ovoQue você já leu em outro lugar e nem ligouSó para dizer que…