Pipocas

Pipocas O homem calaE a vida lhe sorri.Não há mais tempo para as brincadeiras infantis.À labuta do corpo bastaram-lhe as últimas forças.Vieram cortejar-lhe os amigos.O último passeioRumo ao último destino.Carregam-no nos braços os amigos.Calado, dizendo a cada um em tom bravio.Palpitando em suas mentesUma virginal clareza,Explodindo em seus sentidosComo pipoca doce.Entregando-lhes um sorrisoEm sua última…