Encruzilhada

Encruzilhada Eu imagino um infinito instanteOnde eu possa te explicar a dor que eu sinto em vocêTe dar razões pra imaginar um mundo bomE em um segundo acreditar haver mais porquês Não quero ser um anjo bom a te entregarA vida feita e pronta pra viverMas um motivo pra aguçar a fome que te fazDo…

Adorno Ciático

Adorno ciático Ah, o inusitado!Esse pote de certezasQue nos entrega tudo prontoSempre sabemos que será inesperadoQuase um roteiro de todas as surpresasUm eterno instante atemporal Ah, o efêmero!Esse rito perpétuo de nunca durarEsse estalo contínuo de dissonâncias uníssonasUma verdadeira mentira sobre o tempoParalelos sempre se tocando Ah, as palavrasEsse estúpido fardo de sabedoriaEssa veste transparente…

Borboleta Mordida Por Tubarão

Borboleta mordida por tubarão Um dia a poesia entrou aquiTrouxe pães quentinhos, fez o café e lavou a louçaMe encheu de palavrasE foi embora sem dizer nada Depois que se foi me sufoqueiEngolindo as palavras sem querer Jogadas em mim como confete que colore antes de sujarPequenas pétalas de caos a se varrer Pisar em…

Maitre Catorta

Maitre Catorta Desassossego é um poema que nada dizUma tangente estérilNum mundo quebra-cabeçaPor mais que eu, peçaDesencaixoDesde quando deixar de morrerÉ viver de dor?O medo da morte é a medidaSe é pouco, você morreSe é muito, mata a vidaQuem chora por você?Quem vai cuidar de ti? Quem disse para o tempo sumir assim do nadaNum…

Capela Dos Sons

Capela dos Sons Uma voz segue a cantarSem saber de onde vemA vontade que alimentaEsse som que só faz bem Voz que canta aquece a almaSabe os tons e a direçãoDas pegadas que caminhamJuntos aos passos da canção Rimas roucas, frases loucasNo sentido da oraçãoMas diz tudo em notas poucasAos que escutam a canção Rimam…

Mais de Você

Mais de Você O sangue sofre em meu corpoAo rim finito descerNas pedras pelo caminhoQue teimam em aparecerPalavras sempre me faltamAo desenhar pra vocêA arte fala por mimMas emudece em seu ser E eu acabo me perdendo e te entregando o cara erradoE tiro o lume do seu rosto com o breu do meu pecadoE…

Lírica Fronte

Lírica Fronte Escrevo em nuvensE denoto conotatividadeSão pequenas hipérbolesSem reclames vocativos Desembrulho analogias paradoxaisCalejadas de neologismosCom a personificação da ironiaQue cabe solene em metáforas sujas Cada palavra é uma labutaLáudano é o sorriso bomSomando pequenas pazesVencemos enormes guerras Anderson Ribeiro

Conto de Terror Para Adultos

Conto de Terror Para Adultos Era uma vez uma criança que adulteceu e não pôde viver feliz para sempre. Anderson Ribeiro