Solitude Ponto Com

Solitude Ponto Com

Vazio é quando nunca se tem com quem tomar um café (pode ser cerveja)
Quando nunca se tem com quem cravar pensamentos
Ou quando a música não é motivo
É quando a infância é só passado
Quando este nunca é sempre o sempre
E o às vezes nunca acontece

Você está sozinho quando o sorriso tem preço
Quando nenhum abraço aconchega
Quando o “tamujunto” é o mais profundo que se ouve
Quando seus planos não são de mais ninguém
E quando o presente é pra não fazer desfeita

Quando todos acham que sabem tudo que você sabe que tem que aprender
É porque você está sozinho
E também quando nenhum idioma é suficiente
Ou quando nem o silêncio consegue dizer

Se está sozinho quando todos tem respostas de perguntas que você não fez
Quando tentam adivinhar seus porquês só com base nos deles
Quando o dolo de ser pedra e vidraça é o seu maior impacto
E quando a superfície abissal de seus desejos é somente um honeypot

Normalmente se está sozinho se chegam a dizer que você não está sozinho
Se dizem te respeitar lavando as mãos com preguiça e prioridades
Quando nunca se teve o olhar que juram te dar
E quando a dó estupra a morada da coragem ou do medo

Sozinho se está quando muitos falam e ninguém diz nada
Quando a peneira não justifica a labuta
Quando você precisa de maquiagem para abrir a janela
Ou a pose para a foto é obrigatoriamente sem espontaneidade

Fica sozinho quem morre pelos crivos
Ou quem desdenha da dose
Não me pergunte sobre vazios
Eles estão cheios de nós
Quase todos juntos nessas solidões

Anderson Ribeiro

1 comentário Adicione o seu

  1. wallace silva disse:

    Adorei, simplesmente incrível.
    Grupo de Dança Para Festa Árabe, São Paulo – SP

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.