Se a gente se acostumar

Se a gente se acostumar

Se a gente se acostumar
A não querer ditar o que
O coração do outro deve sonhar
Porque sonhos vêm e vão

Quem sabe um dia a vida possa ser
Melhor do que está?
Quem sabe a gente possa descobrir
Mais motivos pra sorrir?
E quem sabe a gente possa até sorrir
De cara e coração?

Num mundo de abraços fortes
De laços que apertam
Sem machucar a alma da inspiração
Pra se procurar os passos da superação
Do sempre se dar

O caminho que imagino percorrer sorrindo assim
E me acostumar
Tem cheiro de esperança e recomeço
Que diverte quem quer brincar
É que o sorriso acalma a alma
Até a gente se acostumar
A enxergar outra vez
Aonde quer chegar

Porque se a gente se acostumar
A sempre se importar com outro
A vida vai recompensar
Com força pra encarar
Aquele dia que te fez chorar
Sem desanimar

Anderson Ribeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.