Analógico 0101

Analógico 0101

Poucas palavras
Muito sentido
E sua cobrança velada
Mata minha paz amada

É que somos pequenos
Eu menor ainda
E cada vez que
Me esqueço disso
Diminuo

A oferta é vasta
O crivo falho
E o deslumbramento do ter
É o empobrecimento do ser

A tecnologia é leve
Mas a pena é pesada
O futuro retrocede
Não obstante
O passado urge

Anderson Ribeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.