Poema Flor-Da-Vida (Ou Da Morte)

Poema Flor-Da-Vida (Ou Da Morte)

Chagar-se com espinho dessa flor
É morrer o canto
É se bastar, por um instante, na própria vida
É nessa, onde éreis vivo, ser morto

Anderson Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *